Meu carrinho de compras
Carrinho Vazio
Rastrear minha compra
Frete GRÁTIS em pedidos acima de R$199 ❤️
25/11/2022

Quem criou os berloques prata?

Os berloques prata são delicados, lindos e podem conter vários formatos e cores. Assim quee começaram a fazer fama pelo mundo, esses berloques caíram no gosto das mulheres modernas e ousadas de todas as idades e hoje em dia eles fazem parte da vida da maioria da sociedade.

Apesar da enorme fama nos tempos atuais, os berloques prata são acessórios de moda e beleza muito antigos e existentes algumas controvérsias em relação à sua real história e criação.

A única certeza sobre essas semijoias é o fato de serem muito antigas e serem usadas na maioria das vezes para atrair sorte, afastar maus espíritos e mostrar status social perante um grupo de pessoas.

Nos tempos atuais, os berloques prata ganharam um novo destaque e significado devido sua versatilidade e perfeição em detalhes e na combinação com diversos estilos e looks. Hoje em dia, você pode montar uma pulseira com berloques de prata de forma simples e descomplicada e você pode escolher modelos de berloques prata que representam suas características e preferências pessoais, sua personalidade, seus desejos, sua profissão, amor e vários outros sentimentos.

Se você conhece esse tipo de semijoia, certamente se apaixonou à primeira vista e isso não é novidade, pois todas as pessoas amam os berloques prata assim que os conhecem, devido sua delicadeza e riqueza de detalhes sejam eles coloridos, talhados na própria semijoia ou em pedrarias diversas.

Nesse artigo você vai conhecer um pouco mais sobre a história dos berloques prata, sua criação e também algumas curiosidades em relação a esses acessórios que é mundialmente conhecido e usado pelas pessoas.

O que são berloques?

Os berloques são acessórios de moda e beleza também chamados de pingentes ou charms a depender da empresa que os fabrica e vende. Esses pingentes são usados tradicionalmente em pulseiras, mas também ficam perfeitos em outras semijoias como colares, brincos de argola, presilhas de cabelo e muito mais.

Além de ser lindo, os berloques prata podem ser retirados da pulseira sempre que desejar, dessa forma, você pode personalizar seus acessórios da maneira que mais gostar e de acordo com os locais que vai ou suas emoções diárias.

Hoje em dia, existem dois tipos principais de berloques, os tradicionais e os separadores!

  • Berloques prata tradicionais: esses berloques possuem uma argolinha ou passante para ser encaixado na pulseira e o desenho do pingente fica pendurado na pulseira, sendo assim, é considerado o tipo de berloque mais comum.
  • Berloques prata separadores: já os berloques do tipo separadores, não ficam pendurados, ou seja, eles são encaixados diretamente na pulseira e servem para separar os berloques tradicionais, deixando sua pulseira com uma estética mais bonita e harmônica.

Por terem tantas possiblidades e formas de uso, os berloques prata são considerados semijoias altamente personalizáveis, pois você pode usá-las da maneira que preferir e se sentir melhor naquele dia. Com isso, você não precisa repetir suas semijoias duas vezes seguidas, e pode usar um modelo diferente a cada lugar que vai.

Quem criou os berloques prata?

Existe muito controvérsia em relação à história dos berloques prata, mas acredita-se que seu uso começou na pré-história. Esses pingentes eram usados como forma de amuleto e eram geralmente fabricados com ossos de animais, pedrinhas, argila e conchas.

Entretanto, há muitos anos, alguns exemplares de berloques foram encontrados e identificados no Egito Antigo e nesse local acredita-se que seu uso estava ligado com a identificação social e o afastamento de maus espíritos.

Após alguns anos da criação dos berloques, as pessoas começaram a decorar seus amuletos e pingentes com pedras preciosas, madeiras e outros materiais encontrados na natureza, o que foi tornando o modelo que encontramos hoje ainda mais evidente.

Além dos egípcios, durante o Império Romano, os cristãos também usavam pequenos peixes escondidos em suas roupas e esse pingente servia para que as pessoas os identificassem entre outros cristãos.

Os judeus também faziam uso de berloques com escritas bíblicas entalhadas nas peças usadas, colocando-as em volta do pescoço como forma de proteção e respeito com a lei.

Já as pulseiras de berloques apareceram de 600 a 400 A.C e foram usadas por muitos povos antes de nós, como é o caso dos assírios, babilônios, persas e hititas.

A moda dos dias atuais começou realmente sua fama entre a sociedade quando a rainha Vitória do Reino Unido começou a usar pulseiras com berloques prata e se destacar entre as classes nobres da Europa. Uma das primeiras pulseiras de berloques da rainha, foi dada por seu marido príncipe Alberto e ela continha um coração esmaltado com uma mecha do cabelo de sua filha.

História da Pulseira de Berloques prata

Se analisarmos a história dos berloques prata, eles passaram por altos e baixos que foram cruciais para sua fama nos dias atuais.

O início da fama dos berloques prata começou em meados de 2010 e desde estão todas as pessoas se apaixonaram por esse conceito de moda e beleza em forma de semijoia.

Mas, como vimos anteriormente, o conceito e criação dos berloques prata começaram muito antes disso e a seguir separamos as eras e datas mais importantes para a evolução dos berloques prata!

Pré-história e os berloques

Na pré história, os berloques eram usados em pulseiras e broches como uma espécie de amuleto. Eles tinham o objetivo de trazer proteção e espantar os maus espíritos, eram feitos de ossadas, pedras, argila e conchas do mar.

Antigo Egito e os berloques

Já no Antigo Egito, os berloques eram usados como identificação social entre os membros da sociedade. Os principais significados dos berloques eram sorte e fé.

Império Romano e os berloques

Nesse período judeus e cristãos usavam os berloques em suas roupas como broches de forma discreta, pois dessa forma eles conseguiam se identificar entre a multidão.

Era Vitoriana e os berloques

Na era vitoriana a rainha Vitória foi responsável por disseminar a fama das pulseiras de berloques prata, pois ela amava receber e dar de presente esse tipo de semijoia, principalmente quando os berloques tinham sentimentalismo e significado para o próximo.

Tiffany&Co e os berloques prata

No ano de 1889, a joalheria norte americana Tiffany&Co lançou o primeiro exemplar de pulseira com berloques prata. A pulseira tinha um berloque de coração e até o dia de hoje é possível encontrar esse modelo de pulseira na joalheria.

Anos 50 e os berloques prata

Na década de 50 muitas adolescentes americanas colecionavam berloques prata para decorar suas pulseiras e torná-las únicas e personalizadas. Também foi nos anos 50 que os berloques prata começaram a ser usados para representar momentos importantes na vida das pessoas como profissão, amor, comida preferida, viagens, personalidade, signos e muito mais.

Anos 2000 e os berloques prata

Já nos anos 2000, os berloques prata continuaram a fazer muita fama entre as pessoas e todas elas desejam ter um exemplar repleto de berloques, porém não era possível encontrar muitas opções de semijoias o que dificultava a compra desse tipo de acessório para a maioria da população.

Pandora e os berloques prata

A Pandora também não perdeu tempo e lançou sua marca de pulseiras de berloques prata, porém nessa empresa, o nome dos pingentes passou a ser charms.

Como podemos notar, a criação dos berloques prata data de muitos anos atrás e não há relatos de uma pessoa especifica que os tenha criado. Dessa forma, acredita-se que eram usados desde antes de Cristo tanto para enfeitar quanto para representar seus sentimentos e emoções.