Meu carrinho de compras
Carrinho Vazio
Rastrear minha compra
Frete GRÁTIS em pedidos acima de R$199 ❤️
20/09/2022

O mercado das semijóias no Brasil

Ter semijóias sempre foi o luxo da maioria das mulheres e elas são grandemente usadas por serem mais acessíveis que as joias, mas isso nem sempre foi assim.

Há alguns anos atrás, as semijóias eram vistas como algo caro e destinado apenas às mulheres de classe média a alta devido a seus preço e dificuldades de compra.

Entretanto, nos dias de hoje, o mercado de semijóias cresceu muito e essas peças se tornaram acessíveis para a grande maioria da população. Dessa forma, comprar semijóias se tornou algo fácil e prático e todas as pessoas podem ter lindas peças em suas coleções de acessórios.

Nesse artigo iremos conhecer um pouco mais sobre as semijóias e também entender como o mercado dessas peças tem crescido grandemente no país. Além disso, mostraremos alguns benefícios e desvantagens em ser uma revendedora de semijóias no Brasil.

 

Afinal de contas, o que são semijóias?

As semijóias são muito usadas pelas mulheres e são intermediarias entre as joias e as bijuterias. Elas podem ser de dois tipos: folheadas ou banhadas a metais nobres como é o caso do ouro e da prata.

Essas peças são bonitas e possuem uma ótima durabilidade além é claro de terem um excelente custo x benefício, sendo acessível para grande maioria da população.

Por terem metais nobres em sua composição, as semijóias têm garantia e podem ser trocadas em casos de problemas ou defeitos de fabricação.

Os acessórios do tipo semijóias são ideais para quem deseja um produto com excelente qualidade, boa durabilidade e com preço acessível. Além disso, elas podem ser encontradas no mercado com vários detalhes em outros materiais.

Como mencionamos, existem basicamente dois tipos de semijóias as banhadas e as folheadas.

- Semijóias banhadas: peças que passam por um banho de prata ou ouro para que tenham um aspecto lindo e uma ótima durabilidade. Esse banho é feito com a submersão intensa e duradoura das peças em metais nobres. 

- Semijóias folheadas: peças que passam por um processo de folheamento, ou seja, é utilizado apenas uma folha fina de metal sobre as peças. Depois do procedimento, a folha é prensada junto da base dessas peças para que a mesma fique aderida aos acessórios.

 

Como é o mercado das semijóias no Brasil?

Nos últimos anos, a comercialização de semijóias no Brasil aumentou muito, pois essas peças se tornaram mais acessíveis à população.

De um modo geral, algumas estatísticas apontam que o comércio de semijóias aumentou cerca de 20% nesse ano e as brasileiras estão cada vez mais preocupadas com sua beleza.

Alguns pesquisadores e especialistas na área, acreditam que esse aumento teve relação direta com a pandemia do COVID-19 pois, com as restrições de saída, o dinheiro que era investido em turismo por exemplo, começou a ser investido em acessórios, principalmente pelas mulheres que desejam estar sempre belas.

 

Por que as semijóias atraem tanto o público?

As semijóias sempre foram símbolo de poder econômico e social, independentemente da época e região.

Nos dias atuais esse conceito já não é mais aplicado e ter semijóias em seu arsenal de acessórios se tornou algo comum na vida da maioria das pessoas.

Por serem relativamente mais acessíveis que as joias, essas peças caíram no gosto do público e todos passaram a fazer uso desses acessórios, desde brincos até colares, pulseiras e os famosos berloques.

Além de terem valores relativamente menores, as semijóias são igualmente lindas e podem ser encontradas em vários formatos e cores, podendo ter trabalho apenas no metal nobre escolhido ou com outros materiais como pedrarias, pérolas, resinas e esmalte.

 

Como se tornar uma revendedora de semijóias?

Como foi possível observar um aumento crescente na venda de semijóias no Brasil, muitas pessoas estão à procura de se tornarem revendedoras oficiais de certas marcas reconhecidas no Brasil e no mundo.

Muitas das vezes, as pessoas procuram por essa área de vendas para fazer uma renda extra ou para tirar dela seu sustento, fazendo da revenda seu principal meio de vida financeira.

Mesmo com os altos e baixos do mercado financeiro, o comercio das semijóias é promissor e muitas pessoas acreditam que ele só vai crescer de agora em diante, pois as mulheres viram uma enorme necessidade de estarem sempre lindas, enfeitadas e modernas.

 

Quais as vantagens de se tornar uma revendedora de semijóias?

Como é de se esperar, já que muitas pessoas estão querendo entrar no universo do comércio de semijóias, certamente ele deve ser lucrativo e vantajoso.

A seguir separamos algumas vantagens de ser revendedora de semijóias e fazer parte dessa área comercial que tem ganhado cada vez mais campo no Brasil.

- Disponibilidade de horários: como a rotina das mulheres costuma ser pesada e cheia, poder escolher o melhor horário para trabalhar pode ser um grande diferencial em sua vida profissional. O comércio de semijóias proporciona a liberdade de escolher os melhores horários para você trabalhar, dessa forma você tem a flexibilidade de encaixar suas vendas em seus horários livres por exemplo.

- Baixo custo inicial: hoje em dia, é possível encontrar peças com valores relativamente baixos onde você consegue um retorno financeiro em pouquíssimo tempo. Dessa forma, se você está começando agora pode ficar tranquila, pois se você se dedicar e tiver paciência, o retorno será garantido.

- Possibilidades de vendas: você pode escolher a melhor maneira para revender suas semijóias, podendo optar por vendas presenciais ou à distância. Em ambos os casos, você pode fazer uso das redes sociais a seu favor, pois nada melhor que a internet para alcançar um número de maior de clientes.

Como podemos notar, ser uma revendedora de semijóias no Brasil pode ser a profissão do futuro e você pode investir nessa área sem medo, pois as mulheres viram o quanto é importante ter peças lindas, de qualidade e boa durabilidade em sua penteadeira.

Dessa forma, se você deseja investir no mercado das semijóias deve se preparar para estar sempre um passo a frente e surpreender de maneira positiva seus futuros clientes.

Diante disso, lembre-se de criar suas redes sociais profissionais, abra lojas presenciais quando possível, crie nomes e logomarcas criativas para seu negócio, crie promoções e dê mimos aos seus clientes para cativá-los, faça uma estrutura para dar suporte ao cliente no pós venda para tirar dúvidas e receber sugestões, reclamações e elogios e muito mais.

 

Brasil e as semijóias

O Brasil é décimo quinto país do mundo que mais produz joias e semijóias em ouro e prata. No total são aproximadamente 22 toneladas de peças criadas e comercializadas, conforme pesquisas realizadas pelo Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM).

Hoje em dia, a maioria das empresas brasileiras estão confiantes na expansão que o comércio das semijóias está prometendo, pois como mencionamos, a venda de semijóias no país cresceu significativamente.

Esse crescimento do mercado em relação às semijóias se deve ao fato dos designers de peças serem criativos e estarem sempre em busca do que os clientes querem. Dessa forma, eles acabam criando peças personalizadas e completamente diferenciadas, agradando a todos os tipos de públicos.

Atualmente, o Brasil exporta muitas semijóias e os principais destinos são a Venezuela, o Peru, a Colômbia, a Argentina e os Estados Unidos da América.

Mesmo assim, grande parte das semijóias é destinada ao público brasileiro, pois eles viram o quanto essas peças são versáteis, únicas, de boa qualidade e possuem boa durabilidade quando cuidadas de maneira correta.