Meu carrinho de compras
Carrinho Vazio
Rastrear minha compra
Plush Acessórios CNPJ: 42.312.854/0001-53
01/09/2023

Cuidados após furar a orelha, tudo que você precisa saber!

Furar a orelha é algo comum entre as pessoas que amam acessórios, pois os brincos são as semijoias essenciais. 

Eles são perfeitamente capazes de adicionar mais elegância e charme aos looks, podendo ser delicados ou chamativos. 

Quando o furo é recente, alguns cuidados precisam ser tomados para que nenhuma situação indesejada aconteça. 

Depois da perfuração, o local precisa cicatrizar e por esse motivo, a atenção deve ser redobrada. 

Embora muitas pessoas não se atentem para esse processo, você pode correr o risco de ter uma inflamação ou queloide. 

Veja a seguir algumas dicas de cuidados importantes para você ter os tão sonhados brincos em suas orelhas. 

Higienização da orelha furada – Passo a passo 

O processo de higienização é importante ao furar as orelhas. Ele deve ser feito de forma adequada para não causar complicações. 

É necessário fazer a limpeza diária a fim de eliminar resíduos ou microrganismos prejudicais à saúde. 

Os cuidados com a higienização devem ser frequentes e precisos principalmente no primeiro mês. 

Nesse período existe um risco maior de inflamação e rejeição pelo organismo, principalmente quando as semijoias são colocadas de forma incorreta. 

Veja a seguir o passo a passo da higienização! 

  1. Higienize as mãos com sabão antisséptico para manusear o furo da orelha. 
  1. Molhe um algodão ou outro tecido com soro fisiológico. 
  1. Passe o tecido embebido em soro em volta do furo e na joia para limpá-los. 
  1. Deixe secar naturalmente. 

Você também pode lavar a orelha com movimentos leves durante o banho, movimentando a joia suavemente. 

Além disso, evite o manuseio da joia nas demais hora do dia, pois as mãos sujas podem deixar o local inflamado. 

Lembre-se que os passos acima devem ser seguidos pelo menos 2 a 3 vezes por dia! 

Saiba como escolher a joia certa para o primeiro furo da orelha 

Além dos cuidados, você precisa escolher as joias certas para a orelha recém furada. 

Essa joia pode interferir diretamente no processo de cicatrização, pois precisam ser especificas para essa finalidade. 

Veja as principais dicas para escolher a joia certa para seu primeiro furo na orelha! 

Material da joia para o furo da orelha 

É de extrema importância que a joia escolhida não tenha níquel em sua composição, pois esse é um metal nocivo. 

Ele pode causar reações alérgicas e desencadear uma série de complicações no furo da orelha. 

Diante desse contexto, uma das joias mais indicadas são as peças de ouro ou aço cirúrgico. 

Formato da peça 

De início é sempre bom escolher peças com extremidades e contornos arredondados, para se adaptarem melhor ao furo da orelha. 

Alguns modelos indicados para esse primeiro momento são os brincos de bolinhas e pérolas. 

Tamanho da joia 

Opte por peças pequenas e delicadas, ou seja, evite o peso excessivo! 

Por serem modelos delicados e discretos são perfeitos para facilitar os cuidados e ajudar no processo de cicatrização. 

Veja dicas práticas de como cuidar da orelha furada 

Além dos tópicos anteriores, existem outras dicas que podem ser seguidas para manter uma rotina de cuidados com a orelha furada. 

1. Não retire a joia até concluir o processo de cicatrização 

Uma das dicas mais importantes ao furar as orelhas é não trocar a semijoia até que a cicatrização esteja completa. 

Aguarde no mínimo 6 semanas antes de trocar as semijoias e depois disso, você pode inovar e arrasar nas combinações. 

Mesmo após passar o tempo de cicatrização é indicado usar apenas acessórios de boa qualidade, banhados ou feitos de metais nobres. 

2. Ouça as recomendações do profissional 

Procure sempre seguir as recomendações dos profissionais para que o processo de cicatrização seja completo. 

Nunca tente fazer a perfuração das orelhas em casa, sempre procure por profissionais qualificados. 

Certifique-se do uso de materiais descartáveis e novos, pois somente assim você consegue evitar complicações graves. 

3. Evite banhos de piscina ou de mar 

Evite mergulhos em piscinas ou mar, pois os elementos químicos contidos na água podem causar complicações. 

Alguns dos efeitos colaterais que podem surgir são reações alérgicas e inflamações. 

Além disso, evite a prática de atividades físicas intensas ou aquáticas devido o suor do corpo e as substâncias da água. 

4. Alimente-se bem 

A alimentação é muito importante para concluir o processo de cicatrização. 

Existem vários alimentos que prejudicam a cicatrização, como frituras, chocolates e carnes vermelhas. 

Para isso, mantenha uma alimentação saudável e equilibrada com frutas, verduras, legumes e carnes magras. 

Evite alimentos ricos em açúcar e sódio como é caso dos alimentos processados, pois eles podem aumentar as chances de inflamação. 

5. Não durma com a orelha pressionada 

Procure dormir de barriga para cima nos primeiros meses, para que o local do furo não fique pressionado. 

Caso tenha feito o furo em apenas uma orelha, durma com o lado oposto em contato com o travesseiro. 

6. Tenha cuidado ao se vestir 

Evite usar roupas com cordas, amarrações e correntes para não embolar na joia e afetar o local perfurado. 

7. Cuidado com a exposição excessiva ao sol 

Tome cuidado com o excesso de raios solares no local, pois isso pode interferir no processo de cicatrização. 

8. Cuidado ao arrumar o cabelo 

Tenha cuidado para que os cabelos não enrosquem na joia e machuque sua orelha. 

Tenha atenção redobrada na hora de fazer qualquer penteado. Lembre-se de fazer movimentos lentos e precisos. 

Para dormir, prenda bem os cabelos para que não enrosquem no cabelo durante a noite. 

9. Tenha cuidado com medicamentos e pomadas 

Os medicamentos e pomadas são indicados para muitos sintomas e alívio de incômodo é uma delas. 

Apesar disso, tenha cuidado ao comprar esses itens e sempre procure por orientações médicas. 

10. Tome cuidado com tratamentos caseiros 

Muitas pessoas têm receitas caseiras para diversos tipos de reações alérgicas, infecções e inflamações, mas é sempre bom ter cuidado.

O que fazer em caso de reação adversa ao furar a orelha? 

Mesmo que você tome cuidado, pode ter algum tipo de reação adversa e caso isso aconteça, precisa estar preparado. 

Caso dê alergia da peça, o melhor a se fazer é retirar a joia e ir diretamente ao médico. 

Ele é o profissional qualificado para te passar as orientações e medicamentos necessários. 

Veja alguns sinais clássicos de inflamação do furo da orelha! 

  • Hiperemia (região muito avermelhada) 
  • Coceira excessiva 
  • Edema (inchaço) 
  • Presença de pus ou mau cheiro 

Para que essas reações adversas não aconteçam, procure sempre comprar joias de boa qualidade e siga todas as recomendações médicas.